Empresa lança ferramenta audiovisual para ensinar idosos a escapar de golpes

 



O objetivo é oferecer  suporte aos clientes que já caíram ou que não querem passar por esse tipo de situação que tem crescido em todo o país.

 

O índice de golpes que têm como alvo os idosos teve um aumento significativo nos últimos meses. Um levantamento feito pela Federação Brasileira de Bancos (FEBRAN) revelou que, desde o início da pandemia, houve um aumento de 60% em tentativas de golpes financeiros contra idosos.

Iollanda, 62, recebeu uma ligação dizendo que alguém teria clonado o seu cartão e realizado um compra em uma loja de departamentos. O valor era alto e assustou Iollanda que prontamente contestou a transação. O que a idosa não percebeu era que estava sofrendo um golpe.

 “Ele disse que se eu quisesse bloquear o cartão teria que redigir uma carta contestando a compra, depois orientou cortar o cartão em três pedaço, com cuidado para não danificar o chip, que eles disseram que enviariam a polícia para descobrir quem teria usado o meu cartão” lembra.

Se passando por atendentes bancários, os criminosos avisaram a Iollanda que mandariam um motoboy buscar a carta e os pedaços do cartão, mas uma vizinha a alertou. “Quase passei o meu cartão para eles”, a idosa conta aliviada.

Preocupada com esses números e a possível vulnerabilidade dos seus clientes nesse ponto, a Mais Enfermagem – empresa especializada em soluções de enfermagem e cuidadores para os idosos – resolveu criar a Campanha: Basta de golpes contra os idosos! Com vídeos e orientações sobre como os idosos podem se comportar quando se sentirem em situações de golpe ou fraude.

Para o empresário e proprietário da Mais Enfermagem, Eduardo Líneker, apesar desta não ser a atividade fim da empresa, era necessário pensar uma forma de poder ajudar aos seus clientes, que a qualquer momento podem se tornar vítimas dos criminosos.

“Nós da Mais Enfermagem oferecemos soluções para famílias que precisam de cuidados com o idoso, mas não podíamos ficar de braços cruzados frente ao risco que os nossos clientes estavam expostos. Os estelionatários normalmente são gentis, supersimpáticos e fingem que querem ajudar alguém ou pedir ajuda. Muitos idosos nem sempre reportam à família e à polícia os golpes sofridos, dando a entender que o número de golpes é muito maior do que é anunciado. Por isso, lançamos essa novidade”, explica Eduardo.   

No vídeo, além das informações e orientações, é possível conhecer casos de idosos que foram enganados e tiveram prejuízo financeiro e muita dor de cabeça.

 

Serviço: Empresa lança ferramenta audiovisual para ensinar idosos a escapar de golpes

Informações: Mais Enfermagem - SCLRN 704 Bloco D Loja 15-A - Asa Norte, Brasília – DF

Mais informações: www.maisenfermagem.com