Frio antecipa florada dos ipês-roxos no Distrito Federal

Em 2020, Novacap já plantou cerca de 30 mil novas árvores em vários pontos do DF

Árvore típica do Cerrado encanta população anualmente | Foto: Fábio Gois.

Quem anda pelas ruas do Distrito Federal já começa a notar a florada dos primeiros ipês-roxos, considerados a árvore símbolo de Brasília, e a se questionar se já está na época de começar este espetáculo. De acordo com Raimundo Silva, chefe do Departamento de Podas e Jardins da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), as condições climáticas atípicas de 2020, com a incidência de frio antes do que é normal, fez com que também o desabrochar da espécie fosse antecipado.

Ele explica que a floração do ipê-roxo ocorre no período entre junho e agosto, com a árvore despida de folhagem, mas pode surgir em meses anteriores juntamente com o período prematuro de estiagem e frio. No entanto, as flores podem coexistir com folhas velhas.

“Uma mesma planta pode florescer mais de uma vez na mesma estação, apresentando uma primeira floração com menor intensidade, limitada a alguns galhos, como já podemos observar em alguns pontos de Brasília”, ressalta Raimundo.

Responsável pela arborização e manutenção de todas as áreas verdes em Brasília, a Novacap tem catalogados cerca de 250 mil ipês em todo o Distrito Federal, entre roxos, amarelos, brancos, rosa e o raro ipê-verde.

Somente em 2020 a companhia já plantou cerca de 30 mil novas árvores em vários pontos da cidade. Com destaque para o Eixo Monumental, que recebeu mais de três mil mudas, e a Estrada Parque Taguatinga (EPTG), contemplada com 2,5 mil ipês, o que motivou o apelido carinhoso de IpêTG. Ainda jovens, estas árvores devem florescer em cinco anos, aproximadamente.

Árvore nativa nos cerrados e matas ciliares do Distrito Federal e das regiões Centro-Oeste, Norte, Nordeste e Sudeste, as diversas espécies de ipês desabrocham entre os meses de junho e setembro, com copa totalmente desfolhada. E obedecem a um “calendário” de floradas, começando pelo ipê-roxo, que já começa a dar as caras na capital federal, seguido pelas espécies amarelo, branco, rosa e verde.

Onde tem ipê-rôxo

A espécie é muito utilizada pelo Departamento de Parques e Jardins da Novacap na arborização de Brasília. Árvores adultas podem ser vistas ao longo dos canteiros paralelos aos Eixos Rodoviários Sul e Norte; nas superquadras 216 Norte e 114 Sul; às margens da via W5 Sul; no canteiro central da Avenida das Nações, em frente à Embaixada do Iraque; e no canteiro central da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia), nas proximidades da Região Administrativa do Cruzeiro.

Exemplares isolados podem ser observados em quase todas as quadras de Brasília. Além disso, no Taguaparque, existe um espaço dedicado à espécie, a Praça do Respeito. No local foram plantados 26 ipês-roxos.