Com o objetivo de melhorar a fluidez e a segurança no trânsito em Águas Claras, o Governo do Distrito Federal (GDF) está viabilizando a construção de uma terceira saída para a Estrada Parque Taguatinga (EPTG). As obras devem começar até o fim do ano. O investimento previsto será de cerca de R$ 5 milhões


No total, são 35 mil veículos que circulam diariamente na Região Administrativa, provocando retenções e grandes congestionamentos, principalmente nos horários de pico. 

A construção da terceira saída de Águas Claras é praticamente unanimidade entre os moradores da região e irá desafogar o trânsito para milhares de motoristas que saem de lá todos os dias. 

Pelo projeto, a nova saída de Águas Claras terá 2km de extensão, com duas faixas em cada sentido, ligando o balão de interseção entre a Avenida Pitangueiras e a Avenida Parque Águas Claras. Também estão previstas ciclovias. A pista passará por área doada pela Residência Oficial do GDF e levará à EPTG. 

O Deputado Federal Luis Miranda (DEM-DF) destinou 4 milhões em emendas parlamentares para a obra. O parlamentar lembra que hoje Águas Claras não tem uma saída no meio da cidade. “Somente os moradores vão entender uma saída no centro da cidade. Ali está o maior número de moradores que precisam dessa obra. Ela será executada pelo GDF e em respeito por aquelas pessoas eu destinei esta emenda. Águas Claras é uma cidade linda e alegre e com essa nova saída ficará ainda melhor e mais valorizada”, destaca Miranda. 

“A terceira saída de Águas claras é muito importante principalmente pra quem sai da cidade pela manhã e volta no inicio da noite. Pra quem vem das outras cidades, terá mais uma forma para acessar Águas Claras”, destaca Anderson Miranda, líder comunitário de Águas Claras. 

Em nota enviada pelo e-mail da redação, o DER afirmou que “o projeto está passando por readequação.” A previsão é de que a licitação saia ainda esse ano. A estimativa é que 10 mil veículos passem a usar essa alternativa. 

A servidora pública Janete Alves, 43, conta os dias para que a obra seja concluída. “Dependendo do horário e do dia, levamos quase uma hora para chegar ao Plano. A maior parte do engarrafamento é no acesso á EPTG. Creio que vai melhorar muito a nossa vida”, comemora. 

Águas Claras tem uma frota automotiva bastante densa. Segundo informações da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), mais de 100.000 pessoas residem na região, espalhadas em 54.782 domicílios. Pelo menos 87% dessas residências têm pelo menos um veículo na garagem. São 46.837 automóveis, além 3.294 motocicletas e 19.427 bicicletas. 

Para Hoto Barros, Presidente do Conselho Comunitário de Segurança - CONSEG Águas Claras, a opção será bem vinda. “A população espera melhor escoamento do tráfego na entrada e saída da cidade. Uma nova opção será bem vinda.”

“Eu acredito que essa obra vai ser muito importante para os condomínios. Muitas vezes o transito começa na garagem do condomínio, e essa nova saída vai oferecer mais fluidez ao transito, mais uma forma de sair da cidade. Isso oferecerá mais qualidade de vida para os moradores, eles irão se deslocar em um tempo muito menor para o Plano Piloto e demais cidades”, lembra Paulo Melo, Presidente da Associação Brasileira de Síndicos Profissionais – ABRASSP. 

Melo ainda cita a emenda do Deputado Luis Miranda como de suma importância para a obra. “Sem a emenda do deputado, com toda certeza essa obra não iria ser feita. Obrigado deputado por olhar pelos moradores de Águas Claras e Governador Ibaneis por tocar mais essa obra”. 


 A pandemia do novo coronavírus completa sete meses. Para os pacientes que buscam mais rapidez no diagnóstico da doença, o Sabin Medicina Diagnóstica acaba de disponibilizar o PCR Express.

 

O novo teste molecular express é uma variação da PCR convencional. Ao utilizar uma técnica inovadora, o teste permite amplificação isotérmica de região específica do SARS-CoV-2, apresentando alta especificidade, sensibilidade, rapidez e custo reduzido para a detecção do patógeno da covid-19.

 

Diferente dos testes rápidos de sorologia que identificam se o organismo produziu anticorpos do coronavírus, a PCR Express detecta o RNA do vírus, portanto identifica infecção ativa e o resultado fica pronto em apenas uma hora. A análise é simples e não requer preparação especial para o cliente. A coleta é como na PCR convencional e consiste na inserção de um swab nasal nas narinas do paciente para coleta da secreção de nasofaringe.

 

Com a amplificação de regiões específicas do RNA do vírus, as amostras são processadas em uma única temperatura, em tempo menor e os resultados são analisados por pessoal especializado, trazendo ao paciente resultados com segurança e eficiência. Para realizar o exame não é necessário pedido médico.

 

Para o diretor técnico do Grupo Sabin, Rafael Jácomo, o novo exame é uma alternativa de diagnóstico mais rápido para pacientes que suspeitam estar com a doença. “O teste molecular express para SARS-CoV-2 com amplificação isotérmica é útil para casos emergenciais em que o paciente precise viajar, apresentar documentos para embaixadas e consulados, ou até mesmo para o retorno às aulas e ao trabalho. Ele possibilita resultados seguros, contribuindo para agilizar a atenção clínica ao paciente caso seja necessário”. 

 

O novo teste está disponível em Brasília no drive-thru do Setor de Abastecimento e Armazenagem Norte (SAAN) e na unidade do Hospital Alvorada. Os resultados ficam prontos em uma hora. Não há cobertura de convênios pois é um exame Point of Care, que não possui cobertura obrigatória estabelecida pela Agência Nacional de Saúde (ANS).


De autoria do deputado Hermeto, o PL 936 tem o objetivo de usar a tecnologia a favor do policiamento nas ruas

Foi publicada nesta terça feira, (20/10) no Diário Oficial da Câmara Legislativa, Projeto de Lei n.º 936, de autoria do Deputado Distrital Hermeto (MDB), que dispõe sobre o uso de Tecnologias de Reconhecimento Facial — TRF na segurança pública e dá outras providências.

Se analisarmos pelo prisma que a tecnologia de reconhecimento facial tem sido adotada pela sociedade em diversas áreas, principalmente na de segurança pública. Todavia, a escassez de legislação sobre o tema permite a ocorrência de abusos.

A tecnologia pode ser uma ferramenta importante no combate ao crime, mas é preciso estabelecer limites quanto ao monitoramento de pessoas. Imperioso garantir que sua utilização não gere parcialidade racial ou de gênero, sob o risco de, sem a devida proteção jurídica, tornar-se um mecanismo de controle social.

“A nossa proposta é criar uma legislação específica estabelecendo limites quanto ao monitoramento das pessoas, evitando abusos e garantir que isso não se torne um mecanismo de controle social.“ Deputado Hermeto.

Em todo o mundo, câmeras de segurança com reconhecimento facial já são
utilizadas identificar criminosos entre milhares de pessoas e dar maior efetividade ao combate à criminalidade e ao terrorismo.

Conheça mais um projeto do deputado Hermeto em favor da segurança pública:

O Projeto de Lei N° 946/2020 propõe que se priorize nos sites da PCDF e da Subsecretaria do Sistema Penitenciário, todas as informações necessárias para uma melhor identificação, como o nome procurado, foto real e possíveis variações de aparência, apelidos, local e data de nascimento, idade, cor dos olhos e dos cabelos, altura, peso, sexo, raça e os crimes cometidos.

A ideia é que o conteúdo da página de internet seja organizado de forma a priorizar a divulgação de indivíduos que cometeram crimes hediondos, perigosos e os recém decretados fugitivos e disponibilize um número telefônico para receber informes e campo próprio para envio de comunicações.

Por Larissa do Vale.


 

 


O PróGoiás tem como metas diversificar indústria, impulsionar inovação e reduzir desigualdades sociais e regionais

Foto: Marcelo Alves.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) e a secretária da Economia, Cristiane Schmidt, lançaram, nesta quarta-feira (07/10), o Programa de Desenvolvimento Regional (ProGoiás), destinado ao crescimento e à diversificação do parque industrial de Goiás.

Objeto de vários debates com o setor produtivo antes de virar lei estadual, o novo modelo de incentivos fiscais tem ainda as metas de impulsionar e desenvolver a inovação e a renovação tecnológicas, incentivar a geração de emprego e reduzir as desigualdades sociais e regionais.

“Eu quero que haja um sentimento de espírito público em todos os nossos empresários. Enxerguem também essas regiões do Norte e Nordeste, Vale do Araguaia, desassistidas, em que as pessoas deverão ter ali o mínimo de condição”, defendeu o governador durante o discurso. “Esses projetos [incentivos fiscais] têm que ter muita responsabilidade, eles não podem ter nenhuma vertente eleitoreira nem politiqueira”, argumentou.

Sucessor dos programas Fomentar e Produzir, o ProGoiás busca também desburocratizar a concessão de benefício para o setor industrial e garantir a segurança jurídica e impessoalidade. Ele tem validade até 2032.

O ProGoiás oferece incentivo fiscal tradicional, ou seja, crédito outorgado, sem financiamento. É mais atraente, menos burocrático que seus antecessores e segue modelo adotado no Mato Grosso do Sul (MS) e o Convênio ICMS do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária), além da Lei n° 20.367/18. São ainda objetivos do programa estimular a formação ou o aprimoramento de arranjos produtivos locais e ampliar o aproveitamento da cadeia produtiva existente no Estado.

O presidente da Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial), Edwal Portilho, elogiou o novo modelo de incentivos fiscais do governo Caiado. Para ele, o ProGoiás se configura em um marco de desenvolvimento regional. “Da maneira como foi criado, não somente grandes corporações, mas as pequenas indústrias do interior poderão buscar maior competitividade aos seus negócios, gerando mais empregos, arrecadação, renda e desenvolvimento social”, elencou o representante do setor produtivo no evento.

“O governador salvou, no mínimo, 30 mil empregos no Estado”, assinalou o senador Luiz do Carmo, ao se referir à matéria aprovada, na última terça-feira (06/10), no Senado Federal, que incluiu Goiás no projeto que estende o prazo de incentivo fiscal para montadoras de automóveis. Antes da votação em Brasília, que já havia sido referendada pela Câmara dos Deputados, o benefício prolongado estava restrito apenas aos estados do Norte e Nordeste.

“Goiás vai desenvolver muito mais e ainda tem dois anos de governo”, projetou o parlamentar sobre como a atuação e a influência do governador têm contribuído com o crescimento socioeconômico do Estado.

O subsecretário da Receita Estadual, Aubirlan Vitoi, destacou como vantagens do ProGoiás a impessoalidade, a transparência, a digitalização e a celeridade de adesão, e que se não deve ultrapassar dois meses entre solicitação e credenciamento. “Depois de mais de 40 anos, o Estado passa a ter um programa de gestão de benefícios”, disse.

Ele ainda acrescentou que, a pedido do governador, a carga tributária para os estabelecimentos que se instalarem nos municípios com maior vulnerabilidade social será menor do que em outras regiões: 1,8% para as pequenas empresas e 2% para as demais.

Além da desburocratização e da segurança jurídica, outro ponto positivo do novo programa foi reconhecido pelo representante dos empresários na solenidade, Carlos Luciano Martins Ribeiro, que é ceo da Montreal e presidente do Grupo Novo Mundo. “Soma-se a isso uma taxa de juros baixa; a gente viveu anos e anos com taxas que inibiam o desenvolvimento”, informou. “Queremos cumprimentar a equipe da Secretaria da Economia, que abre as portas para os empresários. Ao longo de todo o planejamento do ProGoiás, nós fomos ouvidos.”

Quem pode participar

Podem ser beneficiários do ProGoiás os estabelecimentos que exerçam atividades industriais no Estado interessados em realizar investimentos para a implantação de novo empreendimento industrial, ampliação de estabelecimento industrial já existente e ainda revitalização de estabelecimento industrial paralisado. Há regras para as três fases de participação: com novo projeto, ampliação e revitalização, com base de inscrição no Cadastro de Contribuintes do Estado.

Os investimentos previstos no programa devem ser de valor correspondente, no mínimo, ao percentual de 15% do montante do crédito outorgado previsto no artigo 4º da Lei 20.787, estimado para os primeiros 36 meses de fruição do benefício.

Devem ser discriminados em terrenos, obras civis, veículos, máquinas, softwares, equipamentos, instalações e demais investimentos relacionados à implantação, ampliação ou revitalização. A aplicação da verba deve ocorrer e ser comprovada no prazo de até três anos, contados do mês seguinte ao do início da fruição do benefício do crédito outorgado.


Idealizada pela empresa de roupas femininas, Rafaellas, a Campanha Dianthus, lançada no último dia 14, visa levar uma mensagem de encorajamento às mulheres que passaram pelo tratamento de câncer de mama, bem como para as pacientes que superaram a doença

 

 

 

          

A campanha Outubro Rosa, celebrada mundialmente, gera grande movimentação social, a fim de promover a conscientização da sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. Contudo, a marca, Rafaellas, lançada em meio à pandemia do novo Coronavírus, inovou ao apresentar a Campanha Dianthus, a fim de promover apoio emocional às mulheres que enfrentam e que já passaram pelo Câncer de Mama.

 

Lançada no último dia 14, a mobilização leva o nome da flor Dianthus, pois faz alusão à uma espécie muito resistente e que mesmo após enfrentar geadas e grandes tempestades, consegue florir com a mesma excelência. O idealizador da campanha, o empresário Isaque Torres Dantas explica que o projeto tem como objetivo estimular mulheres que venceram o câncer e apoiar quem está em tratamento a acreditar que é possível retornar uma vida feliz após o término da doença

 

Torres, uniu a sua expertise de empreendedorismo, ao entrar no mundo dos negócios aos 16 anos com a sua primeira empresa, à necessidade dessas mulheres que precisam de apoio emocional durante ao processo de recuperação do câncer de mama.

 

“O intuito da campanha Dianthus é trazer uma pitada de autoestima para mulheres que estão no meio do tratamento. Sabemos que é um processo muito doloroso e difícil e que afeta diretamente a autoestima das mulheres que são o nosso público. Então, quisemos ter uma responsabilidade de motivar, levar força e uma energia de beleza para elas, usando pacientes que já venceram o câncer nesse editorial”, explica.

 

A marca Rafaellas criou uma coleção exclusiva de roupas femininas para essa campanha. Com isso foram enviadas para esse público peças com uma carta de motivação.  “Existe, felicidade, beleza, moda e estilo depois do câncer sim’, defende Isaque.    

 

O projeto vai estar em vigor durante o mês de outubro e mulheres que tem esse perfil continuarão recebendo peças exclusivas do Editorial Dianthus.

 

 

 A empresa Rafaellas

 

A empresa foi concebida pelo empresário Isaque Torres Dantas, que começou sua trajetória profissional aos 8 anos ao trabalhar em um empreendimento familiar. Visionário e com um olhar empreendedor, Torres concebeu a Rafaellas, nascida em junho, no meio da pandemia da Covid-19. A empresa enxergou uma oportunidade com a obrigatoriedade do uso de máscaras, ao entender que seria um acessório necessário e a partir daí foram criados modelos mais confortável e com estampas diferenciadas para o universo feminino, como uma forma de estilo e moda.

 

A aceitação do produto foi bem sucedida e logo surgiu a ideia de trazer uma loja que confeccionasse roupas acessíveis para todos os tipos de mulheres, com conforto e qualidade e com ótimo custo-benefício.

 

Com a produção de modelos próprios, a marca surgiu em uma ambiente totalmente online. Após investir no ecommerce, o empresário percebeu a necessidade de abrir a sua loja física e escolheu Brasília para ser a sua primeira unidade e, posteriormente se transformar em uma franquia para levar moda e beleza acessíveis para outras regiões do país.

 

 

 

Serviço: Outubro Rosa: Mulheres ganham coleção de roupa exclusiva em apoio ao enfrentamento do câncer de mama 
Endereço:  305 Norte – Brasília -DF
Contato: (61) 99813 0168

Email: crisnyanerodrigues@hotmail.com


Crédito fotos:

Hugo Martins Viana

Nathally Mayara de Jesus



Para celebrar o período da festividade infantil, o restaurante Aquela Parmê traz duas opções de sanduíches inovando o cardápio infantil com a sua especialidade: a parmegiana        

 

Com a chegada do mês das crianças, o restaurante Aquela Parmê lança em seu cardápio um lanche totalmente inovador, criativo e que vai cair no gosto dos pequenos. Usando a sua matéria prima essencial, o gerente da Aquela Parmê apresenta duas versões de sanduíches: Cheese Polpeburguer (a partir de R$32,00) e Cheese Parmê Filé (a partir de R$38,00).

 

O Cheese Polpeburguer é elaborado com um crocante pão de hambúrguer (de sal), recheado com um generoso polpetone (220 gramas), uma camada extensa de queijo e um molho artesanal do puro tomate italiano feito na casa. Já o carro-chefe da casa, também estaria presente no cardápio, é o  Cheese Parmê Filé, recheado com um generoso bife de filé mignon ( 180 gramas) coberto por queijo e um toque do molho caseiro que formam uma combinação inusitada de textura e sabor. As duas versões dos sanduíches tem como acompanhamento a famosa e querida batata-frita de ondinhas.

 

Segundo o gerente da casa, Mauro Gonçalves, a ideia do sanduíche de parmegiana veio da criatividade de um primo, louco por parmegiana. Segundo o gerente, ele brincava que comeria o famoso bife até no pão. “Logo, pensei em uma maneira de criar um sanduíche à parmegiana. Chamei uns amigos 'comilões' e fizemos uma noite de degustação. Foi sucesso imediato, depois de alguns ajustes tínhamos nosso sanduíche à parmegiana exclusivo e bastante elogiado”, explica.

 

Segundo Mauro, o prato vai cair no gosto do público infantil que é apaixonado por sanduíches. “A garotada vai adorar, o prato que já é muito bem quisto para o almoço e jantar, inclusive das crianças, agora ganha essa nova versão para e ingressa em nosso cardápio para festejar a data”, defende.

 

A casa está aberta de terça a domingo, de 11 às 22h, no sistema delivery e take-out. As entregas estão disponíveis pelos aplicativos (preços entre R$ 32,00 e R$ 110,00). A opção take-out tem 20% off pedindo pelo https://fastget.app/aquelaparme .

 

 

 

 

Serviço:  Sanduíche de parmegiana é o lançamento do Aquela Parmê para o mês das crianças
Endereço: Rua das figueiras número 6 loja 15 - Águas Claras, Brasília
Contato: (61) 98156-9038

Cardápio: https://fastget.app/aquelaparme .

Dias e Horários de Funcionamento: Aberto de terça a domingo das 11 às 22 ( sistema delivery e take-out)

Entregas pelos aplicativos Tonolucro, 99Food e UberEats

Take-out com 20% off pedindo pelo https://fastget.app/aquelaparme

O restaurante recebe os cartões das principais bandeiras, ticket restaurante, sodexo, alelo e Pic pay

O ex-secretário de saúde e de finanças de Caldas Novas, na gestão do prefeito Magal (PP) foi condenado pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-GO). Marra é lembrado por ter deixado os funcionários públicos sem pagamento de salários por 6 meses


Após análise da Secretaria de Recursos do Município, apontou-se uma série de irregularidades de caráter financeiro e contábil, incluindo-se pagamentos à maior sem justificativas, como por exemplo multas e juros no valor de R$ 109.159,64 por atraso no recolhimento do INSS do Município, gerando prejuízo ao erário, conforme consta do item 12.9 da apuração de contas.

Houve ainda ausência de emissão de relatórios do controle interno da gestão, conforme consta do relatório da Secretaria, caracterizando má gestão no controle.

Diante dessas e outras irregularidades, houve aplicação de condenação ao pagamento de multas aos gestores, dentre eles o Candidato Kleber Marra. Vide acórdão na íntegra! https://www.tcmgo.tc.br/portalwidgets/xhtml/processo/detalhe-processo.jsf

 

Parecer do TCM-GO....

ACORDA O TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE GOIÁS, pelos membros integrantes de sua Primeira Câmara, JULGAR IRREGULARES (itens 3J1; 3Fb; 7.1; 7.2; 8.1; 8.2; 10; 12.5; 12.9.a; 12.9.b; 12.9.c), COM IMPUTAÇÃO DE MULTA (itens 12.1) E DÉBITO, as CONTAS de GESTÃO, do exercício de 2009, de KLÉBER LUIZ MARRA e de MARCOS VINÍCIUS PAIXÃO, Gestores do Fundo Municipal de Saúde do município de CALDAS NOVAS;




                                                                        


                                                             

 Com capacidade de transmissões com até 8 câmeras simultâneas, o Dobo Studios oferece moderna tecnologia no serviço de live streaming; já foram dezenas de lives, incluindo webinar com painel 360o para 5 mil pessoas

 



As Lives ganharam destaque e funcionalidade nos mais diversos setores, por todo o mundo durante a pandemia. E a estimativa é que a utilização desse formato permaneça mesmo após o fim do isolamento. Setores como ensino a distância, shows, cursos dos mais diversos segmentos e até cerimônias de casamentos, aprovaram esse novo formato e estão buscando meios para deixar as transmissões cada vez mais profissionais e eficientes. Foi pensando na modernização desse novo cenário que o empresário Felipe Sarkis, investiu em tecnologia e trouxe para Brasília o Dobo Studios, um projeto inovador, que promete entregar todas as necessidades de um projeto digital, com tecnologia e equipamentos de ponta.

 

Foram investidos cerca de R$ 5 milhões para montar a estrutura moderna, com 550m2 de estúdio, 60m2 de painel de led de alta resolução, Mobiliário Cenográfico, live streaming em 4k com até 08 câmeras simultâneas, cenografia virtual interativa, 15 metros de travelling, mais de 100 equipamentos de iluminação de efeitos, máquina de fumaça e gelo seco; mesa de corte (BlackMagic), câmeras 4k (Sony e Black Magic), captação, edição e finalização de vídeos, sistema Shure UHF – R, Captação de 64 canais de áudio em pista (Digico/Waves). Na parte de estrutura, conta ainda com Coworking - Hot Desk, sala de brainstorming, sala privativa e sala de reunião, hospedagem e alimentaçãoToda essa tecnologia está localizada dentro do Lake Side, condomínio que fica às margens do Lago Paranoá.

 

Para Felipe, toda essa estrutura traz ainda mais inspiração e profissionalismo para os projetos. “A tecnologia agrega muito valor aos negócios, sem contar com a agilidade e performance na entrega final do projeto. A geração de conteúdos em Brasília precisava de um espaço como o Dobo Studios”, afirma o empresário. O Dobo Studios já é o mais moderno estúdio do Centro Oeste e está pronto para atender a demanda de grandes shows, palestras, eventos de todos os segmentos com a capacidade de transmissão em 360 graus, permitindo uma sensação maior de proximidade com público. Em funcionamento desde agosto, o estúdio já transmitiu grandes eventos, com artistas como Cleber e Cauã, o Grupo Di Propósito, a coach Luiza Vono e o especialista em Inteligência Emocional, Márcio Micheli, com um webinar em palco 360 graus transmitido para cerca de 5 mil pessoas. 


 

Pedro Lima, que ficará responsável pela coordenação de produção do Dobo Studios, reforça que o espaço está preparado para a produção de conteúdo desde sua criação até a finalização do projeto. “Aqui é possível criar um projeto digital do zero e transformá-lo em realidade, os equipamentos e a estrutura estão preparados para atender a demanda desse novo formato e colocar tudo on-line” reforça o produtor. Lourival Borges, diretor do estúdio, destaca todas as ações que podem ser produzidas no espaço. ”Aqui no Dobo, podemos criar a gravação de DVD, videoclipe, talk shows, cooking show, programas de TVs, infoproduto, palestras e até vídeo aula. Nosso objetivo é trazer soluções on e off da maneira mais moderna e tecnológica que o momento exige, tudo em um único estúdio”, finaliza Lourival.

 

 

SERVIÇO

Dobo Studios

Endereço: SHTN Trecho 1 Conjunto 2 – Lake Side -Asa Norte, Brasília - DF, 70800-210
Telefone: (61) 3035-1113 ou (61) 9 9849-2546

Instagram: /dobostudios

Site: http://www.dobostudios.com.br/

 


O vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos), é o autor do Projeto de Lei 629/2019, que institui o Código de Defesa do Empreendedor. A ideia é estabelecer normas para incentivar a livre iniciativa nas atividades econômicas com a intervenção mínima do Estado

Foto: Rogério Lopes.

Alguns estudos apontam um aumento significativo no PIB no Distrito Federal para os anos seguintes, que deve ser alavancado graças ao fortalecimento das micro e pequenas empresas. Vale ressaltar que esse aumento será estruturado de modo que as realidades locais de cada região sejam eficazes para o setor económico adequado e eficiente. 

De acordo com a Heritage Foundation, o Brasil está na posição 150 entre 180 nações analisadas em relação ao grau de liberdade econômica. O fato de estar distante das primeiras colocações, traz como consequência um país com pouca abertura econômica, o que prejudica o crescimento de novos empreendedores.

“A apresentação desse projeto é mais uma das ações que tenho feito no parlamento distrital para desburocratizar e incentivar os empreendedores, com a melhoria do ambiente de negócios como fator crucial para o desenvolvimento econômico, tendo como consequência a ampliação da arrecadação e a geração de emprego e renda no Distrito Federal”, comentou Delmasso.

Instituir justamente um Código de Defesa do Empreendedor, estabelecendo normas para expedição de atos públicos de liberação da atividade econômica. Além disso, dispondo sobre a realização de análise de impacto regulatório e dando outras providências que geram mais segurança ao empreendedor, para que o Distrito Federal comece a mudar esse cenário de pouca abertura econômica presente em todo o país.

No momento em que o mundo passa por uma das maiores crises de sua história, devido a pandemia, o Brasil enfrenta grande dificuldade financeira. E os agentes públicos, devem dar suporte aos cidadãos para que possam desenvolver suas capacidades e seu poder de liberdade econômica aqui no Distrito Federal.



No mês de outubro, um novo modelo de negócio será inaugurado em localização estratégica de Brasília. A loja Km Fitness pretende agregar valor as suas peças abarcando todos os públicos

Cuidar da forma física e da saúde é uma recomendação mundial nos últimos tempos. Melhor ainda quando isso pode ser feito em modelos de roupas confortáveis e que atende a todos os perfis. Por isso, para as amantes de moda fitness, uma novidade chega nesse mês de outubro na Capital Federal. A KM Fitness inaugura sua primeira unidade em uma nova fase do Águas Claras Shopping. A loja traz a roupas do segmento para mulheres plus size, além de tecidos com tecnologias inovadoras voltadas para o melhor desempenho nos treinos e que ao mesmo tempo proporcione conforto e proteção solar.

A ideia além de trazer roupas de todos os estilos para a malhação, é oferecer aos os seus clientes diversos acessórios fitness, como meias, viseiras, bonés, bolsas, mochilas, garrafas, luvas e calçados femininos. A KM Fitness contemplará o público feminino de todos os tamanhos: P, M, G, GG, P+ e M+ ( para quem veste do 36 ao 54).

Segundo a empreendedora e responsável pelo novo modelo de negócio, Kelly Aguiar a ideia da loja nasceu em um momento em que buscava um estilo de vida mais ativo e saudável. “Me senti tão bem e então pensei que poderia levar este estilo para mais pessoas, principalmente para as mulheres que são consideradas fora do padrão e acham que não ficam bem em roupas de academia”, defende.

Serviço: Loja fitness para o público plus size desembarca em Águas Claras

Local: Av. das Araucárias, 1835/2005 loja 250 - Águas Claras Shopping

 


Maior empresa de ecommerce do Centro-Oeste traz orientações de como preparar as lojas virtuais para uma das principais datas de vendas para o comércio eletrônico

 

 

Historicamente, a Black Friday (27 de novembro) nasceu no varejo tradicional, sendo praticado nas lojas físicas. Porém, com a pandemia do novo Coronavirus que orienta que o público evite os lugares fechados, este ano é esperado que essa grande campanha de vendas seja a mais forte no ambiente online dos últimos tempos, sendo bastante tendenciosa para o ambiente virtual.

 

Uma pesquisa realizada pela Rakuten Advertising, revelou que 87% das pessoas querem ir às compras para o Natal e que 57% consideram participar da Black Friday neste ano. Além disso, o estudo revela que 86% desejam fazer suas compras pela internet. Logo, os varejistas podem surfar na onda das plataformas de vendas online e os marketplaces.

 

Para o empresário que aproveita esse momento em que a população deseja realizar seus grandes sonhos de consumo aproveitando os descontos vigentes, é chegada a hora de colher frutos dessa onda de consumo, mas em um novo cenário, isso porque o isolamento social acelerou o número de pessoas comprando online por uma questão de necessidade.      

 

Segundo o CEO da Syscoin Commerce, Hugo Cândido a estimativa é que haja um crescimento 50% maior nessa Black Friday, em relação ao ano de 2019.E para isso, será preciso fazer ajustes na infraestrutura para suportar o volume de tráfego que será gerado.

 

Para colher bons frutos, Hugo apresenta orientações de como as empresas podem ter êxito nessa grande ação de vendas. “Minha sugestão é para não aproveitar apenas o Dia da Black Friday, mas sim o mês inteiro, criar uma esteira de promoções para ir aquecendo seu público e deixar a melhor oferta para o grande dia”, defende.

 

Para Cândido, a Black Friday pode favorecer não somente as grandes empresas, sendo uma seara de oportunidades para o pequeno e médio negócio.

 

Com o boom do comércio eletrônico, onde mais de um milhão de brasileiros compraram online pela primeira vez nesta pandemia, é o momento de investir nessa forma de consumo que veio pra ficar.

 


Serviço: E-commerce: prepare o seu negócio para a Black Friday

Endereço: CA 01, SALA 469 SHOPPING DECK NORTE - Lago Norte, Brasília

Telefone: (61) 3968-1540

Site: https://syscoin.com.br/

Tecnologia do Blogger.